Publicado em: 02/07/2020 15h16 – Atualizado em: 02/07/2020 15h32

Corregedoria da Justiça Federal da 3ª Região adota medidas para preservar provas de investigação


1/7/2020 - Acesso à 21ª Vara Cível só pode ser realizado com autorização judicial

A Corregedoria Regional da Justiça Federal da 3ª Região proibiu o acesso às dependências e a retirada de autos físicos da 21ª Vara Federal Cível de São Paulo, alvo de mandado de busca e apreensão cumprido ontem, em inquérito conduzido pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3). A entrada de juízes, servidores, terceirizados e público em geral só poderá ser realizada com autorização de juiz indicado pela Presidência do TRF3.

No despacho, a Corregedoria também acolheu pedido do Ministério Público Federal (MPF) e determinou o acautelamento de um processo relacionado às investigações. As medidas têm como objetivo preservar as provas do inquérito que apura crimes cometidos por agentes públicos e advogados.

Assessoria de Comunicação Social do TRF3

http://web.trf3.jus.br/noticias/Noticias/Noticia/Exibir/396483

Fonte: TRF3 em 02/07/2020