Publicado em: 06/10/2020 14h55 – Atualizado em: 06/10/2020 15h03

EMAG realiza webinários "Desnudando Preconceitos" sobre discriminação étnica e cultural

5/10/2020 - Palestras são destinadas a magistrados, servidores e público em geral

 

A Escola de Magistrados da Justiça Federal da 3Região (EMAG) realiza, entre 6 e 9 de outubro, a série de debates “Desnudando Preconceitos”, que tem como objetivo discutir sobre os preconceitos contra povos e culturas. Os webinários ocorrem sempre das 11h às 12h30 em transmissão pelo Microsoft Teams e pelo canal da escola no YouTube.

O evento é coordenado pela diretora da EMAG, desembargadora federal Therezinha Cazerta, pela desembargadora federal Inês Virgínia, e pelas juízas federais Márcia Hoffmann do Amaral e Silva Turri e Renata de Andrade Lotufo.

Magistrados, servidores e público em geral interessados em participar podem se inscrever no site da Escola, utilizando obrigatoriamente o navegador Mozilla Firefox. A emissão de certificado será realizada somente aos previamente inscritos; é exigida a participação em pelo menos 75% do evento.

No dia 6, o assunto “Povos ciganos: mitos, estereótipos e exclusão social” será abordado pela cigana, pesquisadora, artista e produtora cultural, Aline Miklos, com participação das juízas federais Márcia Hoffmann do Amaral e Silva Turri e o subprocurador-geral da República Luciano Maia, como debatedores.

Em palestra conduzida pela desembargadora federal Therezinha Cazerta, e pela Juíza federal Diana Brunstein, no segundo dia, o advogado e presidente da Confederação Israelita do Brasil, Fernando Lottenberg, tratará de “O antissemitismo como forma de racismo”.

A desembargadora federal Daldice Santana apresentará, no dia 8, o webnário “Negros: a norma e a realidade”, com a presença da juíza federal Renata Andrade Lotufo e da professora doutora da Universidade de São Paulo, Eunice Prudente.       

Para encerrar, o tema “Resistência Indígena contra o Preconceito. Do colonialismo à Atualidade” será debatido entre o líder indígena da terra Krenak, Douglas Krenak, o desembargador federal Paulo Fontes e o professor doutor da Universidade Mackenzie, Flávio de Leão Bastos Pereira.

Assessoria de Comunicação Social do TRF3 
Com informações da EMAG

www.twitter.com/trf3_oficial 
www.instagram.com/trf3_oficial 

http://web.trf3.jus.br/noticias/Noticias/Noticia/Exibir/400052

Fonte: TRF3 em 06/10/2020