Publicado em: 07/01/2021 17h00 – Atualizado em: 07/01/2021 17h35

Justiça Federal retorna às atividades, mas atendimento presencial deve ser previamente agendado

 

Subseções de Dourados e Coxim estão com as atividades presenciais suspensas

 O expediente da Justiça Federal de Mato Grosso do Sul voltou a funcionar nesta quinta-feira, 7 de janeiro de 2021.  Com exceção das Subseções de Dourados e Coxim que estão com as atividades presenciais suspensas por conta do alto índice de contágio da Covid-19, os trabalhos internos das Varas e dos setores administrativos de toda a Seção Judiciária de Mato Grosso do Sul já estão funcionando.

Todavia, enquanto perdurar o risco de contágio da Covid-19, o acesso às dependências das Subseções Judiciárias será prioritariamente para o público interno, mantido, preferencialmente, o atendimento virtual para o público externo, adotando-se o atendimento presencial apenas quando estritamente necessário

A presença física do público externo, que efetivamente tenha necessidade de atendimento presencial e quando inviável a realização pela via remota ou virtual, deverá ser previamente agendada com o setor competente, a fim de evitar aglomeração, no horário das 12h às 16h. Confira os e-mails de todos os setores.

Para adentrar os prédios do Poder Judiciário Estadual, os públicos interno e externo serão obrigatoriamente submetidos às regras de segurança e protocolos sanitários vigentes das autoridades locais de cada comarca, com o objetivo de resguardo da saúde e da prevenção ao novo coronavírus.

Os públicos interno e externo serão submetidos à descontaminação de mãos, com utilização de álcool 70º e a aferição de temperatura corporal como condição de ingresso e permanência nos prédios do Poder Judiciário Estadual.
 
Fica vedado o ingresso de pessoas sem máscaras faciais, que apresentem alteração da temperatura corporal (igual ou superior a 37,8ºC), que recusarem submeter-se à aferição da temperatura corporal e/ou que apresentarem sintomas visíveis de doença respiratória, tais como tosse seca, prostração, dificuldade para respirar e demais características dos casos suspeitos de infecção pela Covid-19.

Seção de Comunicação Social